tendências de marketing de saúde 2019
5 tendências de

marketing de saúde para 2019

  • Tempo de Leitura: 8 minutos

O marketing é uma área que vive em transformação. O surgimento de novas tecnologias inteligentes, redes sociais e ferramentas de publicação impulsionaram revoluções na forma de atuar na comunicação, atendimento e publicidade das empresas.

Em linhas gerais, é possível dizer que o marketing digital, independente do setor no qual é aplicado, vive constante evolução de procedimentos, métodos e estratégias. Isso resulta no surgimento de tendências, ou seja, algum tipo de atividade ou conteúdo que está em alta no momento. 

A popularidade dessas tendências não é só uma moda. Tendências de marketing são ações que, na grande maioria dos casos, funcionam e dão resultado. Por isso se torna algo replicado pelas empresas e agências especializadas. 

Além das tendências mais “generalistas”, existem algumas de nicho, ou seja, que se aplicam de forma mais eficaz em um determinado universo, como o da saúde, construção civil, indústria alimentícia, do comércio imobiliário, etc. 

No post de hoje, apresentaremos 5 tendências de marketing de saúde para 2019. São ações interessantes e que podem complementar o seu planejamento de divulgação. 

Quais são as 5 principais tendências do marketing de saúde para 2019?

1 - Atendimento humanizado como arma para fortalecer o marketing

Falar de atendimento humanizado como tendência pode parecer um tanto antiquado, afinal, quando se fala em saúde, o foco no bem-estar do paciente é uma premissa básica. O fato é que as formas de atendimento se diversificaram muito nos últimos anos. 

Novos canais digitais – como chat do Facebook, mensagens diretas do Instagram e Whatsapp – fornecem meios para que a empresa dialogue com pacientes e interessados no mundo virtual. Com isso, podem inserir os mandamentos do atendimento humanizado também nesse meio.

O objetivo é conquistar o cliente graças a um atendimento bem feito, com a mesma hospitalidade e atenção dedicada in loco. O novo perfil do consumidor está em convergência com este tipo de atitude. 

Dados de mercado apontam que o atendimento está se tornando uma ferramenta importante na fidelização de clientes. Portanto, não deixe de encarar essa tarefa como uma poderosa ferramenta de divulgação e retenção de pacientes

2 - Uso de conteúdos como estratégia de divulgação e geração de autoridade e demonstração de know how

Durante muito tempo, as empresas médicas utilizaram velhas táticas de divulgação para se manter no mercado, a mais comum entre elas  é o famoso “boca a boca”. Esse tipo de estratégia já funcionou no passado. Contudo, a ampliação da concorrência e o surgimento de outras formas de comunicação (principalmente digitais) fizeram o marketing da saúde tomar outros rumos.

Uma tendência de marketing de saúde para obter sucesso em 2019 é a criação de materiais digitais. O marketing de conteúdo tem como finalidade enriquecer a bagagem informacional de clientes e interessados sobre os seus serviços e o universo em que sua empresa se insere. Bons textos são capazes de reter a atenção e proporcionar a geração de autoridade e demonstração de know how.

Para não deixar dúvidas o conceito de geração de autoridade, a lógica é bem simples: 

  • Ao criar e compartilhar conteúdos bons e interessantes, a empresa se torna uma referência no assunto. Isso aumenta as chances de novas pessoas procurarem os seus serviços. Afinal, elas puderam conhecer mais sobre o trabalho e tiveram contato com parte da expertise da empresa por meio dos conteúdos que consumiram.

Apesar de não ser algo totalmente novo, o marketing de conteúdo vai, aos poucos, se inserindo no universo da saúde. Ele gera bons resultados para quem aposta nele como alternativa para captação de novos leads e retenção de clientes. 

3 - Site da empresa: muito mais que divulgação de serviços

Quando uma pessoa sente um sintoma ou está curiosa quanto a algum tipo de problema de saúde, é muito comum recorrer ao Google para realizar uma pesquisa e verificar mais informações sobre o assunto. 

Essa checagem pode ser feita em um local com informações duvidosas, como a Wikipedia. Mas o que impede seu site ser também uma central informativa

Essa tendência de marketing de saúde está crescendo com intensidade no setor. Estão saindo de cena os websites puramente representativos da empresa e estão surgindo mais completos (muitas vezes auxiliados por um blog com conteúdos). 

São verdadeiras centrais informativas, nas quais o paciente pode saber mais sobre os serviços prestados pela sua clínica e, ao mesmo tempo, aprender a respeito da patologia que está acometendo sua saúde.

A importância de um site já foi abordada por nós em outro texto aqui do blog. Ele funciona como a central da empresa na internet. Por conta dessa importância, deve estar sempre atualizado com informações úteis e claras e também deve ser responsivo, ou seja, se adaptar às telas dos computadores e dispositivos móveis.

Cuidar de
Marketing Digital, Experiência do Paciente, Geração de Demanda
sem perder o foco médico?

Sabemos os desafios em manter todas as áreas da sua clínica eficientes sem prejudicar sua carreira assistencial . Nossos materiais educativos tornam o processo mais eficiente e menos doloroso.

4 - Investimento em anúncios digitais

Lembra quando falamos sobre as práticas antigas de marketing aplicadas pelo setor de saúde? Além do “boca a boca”, os anúncios em revistas segmentadas e outdoors espalhados pelas cidades também eram táticas bastante aplicadas.

O problema é que esse tipo de publicidade não é mensurável, ou seja, a empresa investe, mas não obtém métricas de resultado. Isso resulta em uma desinformação sobre o custo-benefício desse tipo de atitude.

Conforme a internet se fortaleceu como o grande buscador de informações utilizado na modernidade, surgiram os anúncios digitais e seus formatos. Uma empresa da área pode tirar bom proveito ao investir nos anúncios, algo que está se tornando uma tendência de marketing de saúde nos últimos meses.

Os anúncios feitos pelo Google Ads, assim como os focados nas audiências do Facebook e do Instagram, estão gerando bons resultados. Isso ocorre porque é possível patrocinar não apenas informações de divulgação, mas também conteúdos interessantes, vídeos e fotos.

5 - Cuidados para uma pós-venda de qualidade

Venda é uma palavra que não combina muito bem com o universo da saúde, contudo, os conceitos de pós-venda tem tudo a ver com a área.

Imagine que, após receber um novo paciente em seu consultório, a equipe da recepção realize um trabalho para obter mais informações sobre a satisfação do cliente e coloque-se à disposição para eliminar dúvidas que possam surgir a respeito do tratamento recomendado pela equipe médica.

Esse tipo de atitude é uma estratégia de pós-venda que pode ser implantada por qualquer empresa que se preocupa com seus pacientes e quer estreitar os laços com eles. A pós-venda é uma ótima forma de exercitar o marketing de relacionamento, que é uma das fortes tendências para 2019.

Invista na comunicação após a consulta. Não parta da premissa de que “pacientes só vem quando estão doentes”. Eles podem ir à qualquer consultório, portanto, não deixe o pós-venda de lado e foque no relacionamento com seus pacientes.

Essas são 5 das principais tendências para o marketing de saúde em 2019. Como falamos no início, o marketing digital está sempre evoluindo, absorvendo novas técnicas e desenvolvendo novos produtos.

O ideal é estar sempre atento, procurar conteúdos interessantes sobre o tema e manter-se informado e atualizado. A gente dá uma força para você aqui no blog! Não deixe de acompanhar nossas postagens para conhecer mais informações sobre a relação entre o setor de saúde e o marketing digital!

Não pare de aprender:

Pedro Barbieri | CEO da Future e Sócio da Clínica Alira

Apaixonado por gente, economista pela Unicamp e eterno aprendiz. Acredito que toda pessoa e empresa tem uma história incrível para contar ao mundo.

Artigos Recentes

Fale Conosco

Av. Angélica 2491 14º Andar

São Paulo - SP

(11) 4431-2170

be@futuremkt.com.br

Assine Nossa Newsletter